Escola São Paulo de Ciência Avançada - Co-criando Avaliações de Biodiversidade

O objetivo central da ESPCA Co-criando avaliações de biodiversidade é capacitar jovens cientistas e técnicos ambientais para desenhar, obter e analisar dados de biodiversidade adequados para embasar programas de ação e políticas ambientais eficazes.

Visamos abranger a biodiversidade desde os principais táxons até dimensões genéticas, filogenéticas, funcionais e socioculturais, desenvolvendo procedimentos de avaliação abrangentes e adaptáveis que atendam às demandas do mundo real.

A Escola se destina a Jovens pesquisadores (especialmente doutorandos e pós-doutorandos) e técnicos (analistas, pesquisadores) de agências governamentais e ONGs da área ambiental, tanto do Brasil como de outros países.

A Escola foi concebida como um curso intensivo e orientado para problemas, com duas semanas de duração.

Na parte inicial, serão exploradas concomitantemente as duas abordagens centrais da Escola: por um lado, as demandas para informações de biodiversidade de organismos governamentais e não-governamentais, bem como setores privados e atores sociais. Por outro, o leque de possibilidades atuais para avaliar diferentes componentes taxonômicos (estruturais e funcionais) da biodiversidade.

No segundo período de cinco dias, os participantes trabalharão em grupos sobre projetos focados em demandas e problemas reais como, por exemplo, formas de comparação da diversidade entre ecossistemas estruturalmente distintos, mecanismos para a avaliação de efeitos na biodiversidade de modalidades de cultivo (p.ex. convencional vs. orgânico) ou do impacto positivo de ações de conservação da biodiversidade.

Após o término da Escola, as equipes terão 12 semanas para apresentar relatórios finais de seus trabalhos, que poderão ser em formato de artigo científico ou de um guia técnico.

Todos os participantes terão oportunidade de apresentar trabalhos (pesquisas concluídas ou em andamento, ou então trabalhos técnicos em agências ambientais ou ONGs) em forma de flash talks.

Serão selecionados 60 participantes, sendo 30 do Brasil e 30 de outros países. A seleção levará em conta a representatividade geográfica e de gênero, visando promover a diversidade de formação e experiência dos participantes da Escola, e se pautará pelos seguintes critérios: a) Curriculum vitae, priorizando a relação entre a área de formação/atividade do candidato e o tema da Escola, bem como seu mérito acadêmico; b) Carta de motivação, na qual o candidato deve explicar as razões para se inscrever na Escola e como sua participação beneficiará seu futuro treinamento e trabalho; c) Fluência suficiente para se comunicar em inglês, declarada no formulário de inscrição pelos candidatos.

  • Instituição

    Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas (IB-Unicamp)

  • Área de conhecimento

    Ecologia

  • Pesquisador Responsável

    Thomas Lewinsohn

  • Nº do Processo FAPESP

    2023/05582-0

  • Período

    27/10/2024 a 08/11/2024

  • Inscrições

    30/11/2023 a 11/03/2024

  • Site

    https://espca.ib.unicamp.br/

  • Cidade

    São Pedro

  • Palavras-chave

    Biodiversidade, políticas ambientais, conservação, ecossistemas, análise de dados