São Paulo School on Global Climate Modeling - SPSGCM

A Escola São Paulo on Global Climate Modeling - ESPGCM foi conduzida por oito pesquisadores do Brasil, Estados Unidos, Alemanha e Índia, com 30 alunos de doutorado e pós-docs nas áreas de Ciências da Terra.

O foco de estudos da Escola foram os aspectos climáticos das conexões entre continente e oceano, envolvendo a hidrologia continental, descargas fluviais nos oceanos e teleconexões atmosféricas. Foram utilizadas suites de modelos e programas do Modelo Brasileiro do Sistema Terrestre/Brazilian Earth System Model (BESM).

A Escola ocorreu nas instalações de hotel em Ubatuba, com terminais remotos Linux com acesso ao supercomputador Tupã (CRAY XE6) do Programa FAPESP de Pesquisa em Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG) e da Rede CLIMA instalado no INPE em Cachoeira Paulista, onde foram realizados mais de 100 anos de integrações da versão acoplada oceano-atmosfera do modelo BESM, contando com descargas fluviais variáveis como testes de sensibilidade.

  • Intituição

    Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

  • Área de conhecimento

    Geociências

  • Pesquisador Responsável

    Carlos Afonso Nobre

  • Nº do Processo FAPESP

    2010/51533-0

  • Período

    03/10/2011 a 14/10/2011

  • Inscrições

    Encerradas

  • Site

    http://spsgcm.ccst.inpe.br

  • Cidade

    Ubatuba

  • Palavras-chave

    Modelagem do sistema terrestre, Mudanças climáticas globais, Rede Clima, PFPMCG